quarta-feira, 26 de maio de 2010

Decisão tomada e transmitida

Talvez tenha sido mesmo uma decisão tomada de ânimo leve pelo estado de saturação em que me encontrava mas não o foi no sentido que no final do mês (início ou meio do mês, aqui nunca se sabe) o dinheirinho não vai entrar na minha conta. Considero que a minha felicidade e o meu bem-estar estão acima de tudo e o dinheiro também é muiiiiiiiiito importante mas hipotecar o meu futuro por algo que não tem futuro não me parece uma decisão que queira manter.
Sei que se continuasse aqui nunca procuraria outro emprego com tempo para encontrar e quando me apercebesse já tinha passado uma eternidade e eu continuava no mesmo lugar.
Não vai ser fácil encontrar já um novo emprego mas não vou baixar os braços, não vou passar dificuldade até lá e ter o apoio de quem gostamos também ajuda.

Já transmiti a minha decisão e a par com uns elogios (serão sinceros???) a decisão foi bem recebida com desejo de felicidades.

Vou cumprir com os termos da lei mas como tenho férias para gozar antes do final do próximo mês já não ser colaboradora desta empresa.

Sinto-me feliz por ter tomado a decisão e sei que serei feliz com o que o futuro me reservar, se não for toca a procurar. Nunca é tarde para ser feliz...

3 comentários:

  1. Com te entendo e gostaria de fazer o mm!

    Mas com casa e carro p pagar é tão dificil!

    Boa sorte

    ResponderEliminar
  2. Gabo a tua coragem!
    Muitos t~em essa vontade, mas muito poucos essa coragem.
    Boa sorte!

    ResponderEliminar

Páginas